top of page

URGENTE: Japão tem alerta de tsunami após terremoto de magnitude 7,6.

O Japão emitiu um alerta de “grande tsunami” na costa oeste do país após uma série de terremotos atingir a região, nesta segunda-feira 01. O serviço meteorológico japonês registrou o mais forte deles, magnitude 7,6.


Rússia, Coreia do Norte e Coreia do Sul também emitiram alertas de tsunami. No Japão, autoridades alertavam para o risco em toda a costa oeste do país até a última atualização.

O terremoto de magnitude 7,6 ocorreu na cidade de Anamizu, na região de Ishikawa, na costa oeste do Japão, por volta das 16h10 do horário local (4h10 no horário de Brasília).


Na cidade de Wajima, também na costa oeste, o Corpo de Bombeiros informou que pelo menos 30 prédios colapsaram, e há relatos de pessoas presas sob escombros. Casas em Ishikawa foram destruídas, e militares foram enviados para operações de resgate, mas não há informação sobre vítimas até a última atualização.


Durante quatro horas, autoridades emitiram alertas para ondas de até 5 metros para a região de Ishikawa. O risco diminuiu para ondas de 3 metros na mesma região no início da noite no horário local.


A TV pública japonesa NHK afirmou que ondas de 1,20 metro atingiram Wajima, próximo ao epicentro do tremor, sem causar estragos. Outras cidades registraram ondas menores.

Este é o primeiro grande aviso de tsunami desde a tragédia na usina de Fukushima, em 2011, quando 20 mil pessoas morreram.


Os alertas reacenderam os temores por uma nova tragédia nuclear, mas a autoridade de regulação nuclear do Japão afirmou que não há risco de vazamento de radioatividade. A central nuclear mais próxima já havia parado os reatores para inspeções regulares.

O terremoto também cortou energia, interrompeu voos e serviços ferroviários e provocou incêndios. O Serviço Nacional de Alerta de Tsunami dos EUA emitiu alerta para Coreia do Norte e Rússia, com chance de ondas de até 1 metro.


A mídia russa citou autoridades dizendo que qualquer pessoa navegando em águas locais deveria “retornar urgentemente à costa”. A Coreia do Sul afirmou que a costa leste do país pode enfrentar aumento do nível do mar após o terremoto do Japão. A província de Gangwon pediu que moradores perto da costa se desloquem para terrenos mais altos, registrando uma onda de tsunami de 45 centímetros.

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page