top of page

SHEIN, SHOPEE E ALIEXPRESS: Tirar imposto de importação e cobrar do nacional vai matar economia

A isenção do Imposto de Importação para produtos de até US$ 50 é um crime de responsabilidade fiscal com potencial para destruir a economia brasileira, do pequeno comerciante ao grande industrial, diz o presidente da Fiemg (Federação das Indústrias de Minas Gerais), Flávio Roscoe.


Ligado ao setor têxtil, Roscoe se une ao coro encabeçado pelos varejistas contra o programa Remessa Conforme e diz que o governo criará uma cultura de compras internacionais em substituição ao comércio local.


Na avaliação do industrial, a vantagem tributária aos importados fará com que o próprio varejo deixe de comprar localmente. “Para que vou comprar um produto fabricado no Brasil, com imposto? Vou comprar nesse site internacional e vou colocar aqui na minha loja para vender, já que ele vai chegar aqui sem nenhum imposto.”

O industrial também critica a Shein, dona do principal site de comércio de roupas, e que anunciou uma agressiva política de nacionalização da produção. A promessa da empresa é chegar a 85% de produtos nacionais em quatro anos. Para Roscoe, a medida é uma cortina de fumaça.

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page