top of page

Seleção: Diniz arma Brasil com duas mudanças para enfrentar a Venezuela

Após repetir formação nas duas primeiras rodadas das Eliminatórias, técnico fará trocas por lesões: Renan Lodi e Raphinha, cortados, dão lugar a Guilherme Arana e Vini Jr



A seleção brasileira terá duas mudanças na escalação para enfrentar a Venezuela em relação às primeiras rodadas das Eliminatórias, quando venceu Bolívia e Peru. O lateral-esquerdo Renan Lodi e o atacante Raphinha, ambos cortados por lesão, serão substituídos por Guilherme Arana e Vini Jr.


A formação foi testada pelo técnico Fernando Diniz nos dois treinos com bola realizados na Arena Pantanal, em Cuiabá, na terça e na quarta-feira.

Assim, se nenhum imprevisto acontecer, a Seleção irá a campo com: Éderson, Danilo, Marquinhos, Gabriel Magalhães e Guilherme Arana; Casemiro, Bruno Guimarães e Neymar; Vini Jr, Rodrygo e Richarlison


Nas vitórias contra bolivianos e peruanos, Fernando Diniz repetiu a equipe e chegou a dizer em entrevistas que a sequência é importante no cenário de pouco tempo para trabalhar. O treinador mantém a coerência e agora só faz mudanças por desfalques, por mais que fosse esperado o retorno de Vinicius, ausente por lesão na última data Fifa.


Com duas vitórias nas duas primeiras rodadas, o Brasil lidera as Eliminatórias com os mesmos seis pontos da Argentina, mas vantagem no saldo: 5 a 4. A Conmebol oferece seis vagas diretas para o Mundial e o sétimo colocado vai para a repescagem.


Depois de encarar a Venezuela, a Seleção embarca para Montevidéu, onde enfrenta o Uruguai, terça-feira, às 21h, no estádio Centenário.

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page