top of page

Prazo para vacinar rebanho contra febre aftosa no RN termina na próxima terça-feira (30)


Termina na próxima terça-feira (30) o prazo para os criadores e produtores rurais do Rio Grande do Norte vacinarem seus rebanhos bovinos e bubalinos contra a febre aftosa.


O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn) está em intensa mobilização por todo o Estado para garantir a imunização de pelo menos 90% dos animais, e assim, requerer o selo de “área livre da febre aftosa sem vacinação”, tornando esta a última campanha de vacinação da doença.


Rio Grande do Norte não registra casos de febre aftosa há mais de 20 anos. Contudo, para ser considerada área livre da doença, campanhas de vacinação semestrais são exigidas pelo Governo Federal.


O pleito pelo reconhecimento da não necessidade da vacinação está perto de se tornar uma conquista. Em maio de 2025, acontecerá a Conferência da Organização Mundial de Saúde Animal, onde o Idiarn apresentará os números e requisitos atendidos para alcançar o novo status e ser liberado da vacina.


“Uma das exigências para ter a nossa solicitação atendida é a de pelo menos 12 meses sem vacinação, por isso precisamos antecipar a campanha para abril, e assim, em maio do próximo ano, termos tudo que precisamos para conseguir essa liberação”, explica Renato Dias, diretor de Defesa e Inspeção Sanitária Animal do Instituto.

Uma outra exigência feita é da porcentagem do rebanho vacinado na última campanha. O RN precisa apresentar um número superior a 90% dos animais vacinados, o que soma mais de 1 milhão de cabeças de gado pelo Estado.


Para isso, um intenso trabalho tem sido realizado junto ao Governo do Estado, produtores, prefeituras municipais, revendas autorizadas e a imprensa, para fins de divulgação e conscientização de todos que criam animais bovinos e bubalinos, de todas as idades.


O Idiarn reforça que não há possibilidade de prorrogação da campanha, devido ao prazo estabelecido para o pleito na reunião de 2025. Já a declaração dos animais vacinados deve ser feita até o dia 15 de maio, em qualquer escritório do Idiar, Emater ou Secretaria de Agricultura dos municípios.


Comentarios


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page