top of page

PICO DO CABUGI/RN, VULCÃO EXTINTO PODESER LOCAL DE DESCOBERTA DO BRASIL

Diversos historiadores e pesquisadores afirmam que o pico do Cabugi, o único vulcão extinto no Brasil que conserva sua forma original, foi o ponto no qual os primeiros portugueses que chegaram ao país avistaram em 1500, um fato que por séculos é atribuído ao Monte Pascoal, na Bahia.


Reinventando o descobrimento

Localizado perto do litoral de Rio Grande do Norte, no extremo nordeste do país, o pico do Cabugi é o único dos vários vulcões inativos que mantém sua forma intacta e seu nome se tornou mais conhecido no país atualmente por conta dessa reivindicação histórica.


O primeiro a levantar essa hipótese foi o pesquisador


Lenine Barros Pinto, professor da Universidade Federal do de Rio Grande do Norte, que publicou em 2012 o livro

"Reinvenção do Descobrimento", no qual afirma que Cabugi é o Monte Pascoal e que o município vizinho de Touros corresponde à cidade de Porto Seguro.


Apesar das teorias que indicam que o português Duarte Pacheco Pereira avistou, sem tocar terra, o que hoje é o Brasil em 1498, e o espanhol Vicente Yáñez Pinzón teria chegado à costa de Pernambuco em 26 de janeiro de 1500, o descobrimento é atribuído a Pedro Álvares Cabral em 22 de abril daquele mesmo ano.


Pedro Álvares Cabral era um dos comandantes da expedição portuguesa de Vasco da Gama que buscava uma rota diferente para chegar à índia, circundando o continente africano, e, de acordo com os relatos históricos, avistou primeiro o Monte Pascoal e depois desembarcou onde hoje fica a cidade de Porto Seguro.


VOL

Opmerkingen


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page