top of page

Partidos devem apresentar provas para cassação de Moro a qualquer momento


O Podemos e o União Brasil, atual e antigo partidos de Sergio Moro, respectivamente, foram, finalmente, intimados na última quarta-feira a respeito da decisão do TRE do Paraná para que participem da produção de provas das ações em que se discute a cassação do mandato de senador do ex-juiz da Lava-Jato.


A comunicação às siglas aconteceu dois meses após o desembargador Mário Helton Jorge unir os processos a respeito do tema movidos por PL e PT e, ao mesmo tempo, autorizar a produção de provas contra Moro. A alegação é que ele teria incorrido em abuso de poder econômico ao ultrapassar o teto de gastos estipulado pela Justiça Eleitoral na pré-campanha. Antes de concorrer ao Senado, Moro planejava disputar a Presidência.


Do Podemos e do União Brasil, os autores dos pedidos de cassação esperam a comprovação desses gastos em montante acima do permitido (contratos, documentos que comprovem prestações de serviços e notas fiscais estão entre as provas aguardadas). O prazo para resposta é de dez dias úteis, contados a partir da notificação — a previsão é que o encerramento seja às vésperas do feriado do Dia da Independência, em 7 de setembro.


A análise do conteúdo será feita pelo desembargador Dartagnan Serpa Sá, que assumiu a relatoria do caso após a saída de Mário Jorge, cujo mandato no TRE se encerrou em julho.

Komentar


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page