top of page

Mulheres vítimas de violência doméstica



Em 2022, o Brasil teve pelo menos 32.448 denúncias de mulheres que foram vítimas de violência doméstica e familiar em zonas rurais, com dados de Secretarias de Segurança Pública dos estados e Distrito Federal (DF).


Os números, no entanto, devem ser bem maiores. Primeiro porque nem todos os estados especificam, no Boletim de Ocorrência, que os crimes ocorreram em área rural. E as formas de organizar os dados variam (veja abaixo).


Outro problema é que, "nas áreas rurais, há uma subnotificação absurda dos casos de violência doméstica", destaca a pesquisadora e policial militar Juliana Lemes da Cruz, que é conselheira do Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP) e estuda o tema no Vale do Mucuri, no nordeste de Minas Gerais.


Isolamento, vergonha, distância de serviços de saúde e segurança e medo de denunciar são alguns dos fatores que desincentivam as vítimas a buscar ajuda, afirma Juliana.


Saiba a seguir, como denunciar casos de violência doméstica:


➤ Emergência: ligue 190 para falar com a Polícia Militar

O atendimento telefônico é gratuito e imediato. A central 190 funciona 24 horas.


➤ Ligue 180: Central de Atendimento à Mulher

Outro meio para denunciar os crimes de violência doméstica é ligar para o 180, a Central de Atendimento à Mulher, do governo federal.


O serviço registra e encaminha denúncias aos órgãos competentes e fornece informações sobre os direitos das mulheres, bem como os locais de atendimento mais próximos e apropriados para cada caso, como as Delegacias de Atendimento à Mulher (Deam).


Procure uma Delegacia Especializada da Mulher – DDM próximo à sua casa, ou Delegacia de Polícia fora do horário comercial.


A ligação é gratuita e o serviço funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

O contato pode ser feito pelas formas a seguir.

  • Telefone fixo ou celular: discar 180;

  • WhatsApp: mandar mensagem para (61) 99656-5008;

  • Telegram: digitar “Direitoshumanosbrasilbot” na busca do aplicativo;


Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page