top of page

Mais de 2 Milhões de pessoas tiveram nome limpo nos primeiros três dias do Desenrola



A Associação Nacional dos Bureaus de Crédito (ANBC) informou ao Ministério da Fazenda que 2 milhões e 64 mil pessoas com dívidas de até R$ 100 tiveram seus nomes limpos nos três primeiros dias do programa Desenrola Brasil (segunda a quarta), lançado pelo governo federal.


A dê negativação das dívidas de até R$ 100 é uma contrapartida à participação dos bancos no programa. A medida não significa um perdão. O débito seguirá existindo, mas os bancos vão se comprometer a não incluir os devedores no cadastro negativo.

Com isso, se não houver outras dívidas negativadas, o brasileiro nessa situação terá o "nome limpo" – e poderá voltar a pegar crédito ou fazer contrato de aluguel.

Inicialmente, o Ministério da Fazenda projetava que 1,5 milhão de pessoas poderiam ser contempladas por essa medida


Em um segundo momento, porém, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que o alcance poderia crescer com a adesão de novos bancos ao programa. A expectativa é que, com o ingresso das instituições, o número chegue a 2,5 milhões.

O programa Desenrola começou a operar na última segunda-feira (17). O objetivo é impulsionar, por meio de incentivos do governo federal às instituições credoras, a renegociação de dívidas de pessoas físicas em melhores condições. Na primeira etapa do programa, além de "limpar o nome" dos brasileiros com dívidas de até R$ 100, teve início a negociação de débitos de uma parcela do público.


تعليقات


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page