top of page

Grêmio vê chance real de título na Copa do Brasil e aposta fichas em duelo com o Flamengo



Único invicto da competição deste ano, o Grêmio inicia disputa por vaga na final da Copa do Brasil contra o Flamengo nesta quarta-feira, na Arena, pela ida das semifinais. O rival carioca é um velho conhecido dos gaúchos, com boas recordações no passado, mas um tabu nas últimas décadas que dura 28 anos.


Pentacampeão da Copa do Brasil, o Tricolor é quem mais chegou à decisão do torneio. São nove finais, incluindo uma exatamente contra o Flamengo. Em 1997, o Grêmio conquistou o tri com dois empates e levantando a taça em pleno Maracanã.

Anos antes, o time gaúcho alcançou a final três vezes em cima dos cariocas. Em 1989, na primeira edição do torneio, 1993 e 1995, as equipes se cruzaram nas semifinais, todas com o lado azul como classificado. Destes, o Grêmio foi campeão uma vez (1989).


A partir do fim dos anos 1990, teve início a hegemonia rubro-negra. Nas oitavas do torneio nacional de 1999, o Flamengo avançou. O mesmo se repetiu em 2004, 2018 e 2021, todas na fase quartas de final. A última, aliás, contou com elementos históricos.


O Grêmio treinado por Felipão, em meio à briga contra o rebaixamento no Brasileirão, foi amassado pelo Flamengo de Renato Portaluppi, ídolo tricolor e atual comandante da equipe. Os cariocas venceram por 4 a 0 na Arena e fizeram 6 a 0 no agregado.

Curiosamente, todos os confrontos mata-mata tiveram o time mandante como classificado. A única vez que o visitante saiu vencedor foi na final de 1997. Em 2023, assim como nos últimos quatro encontros em duelos eliminatórios no torneio, o jogo decisivo será no Maracanã.


Se o recorte se expandir para outras competições, o tabu recente se mantém. Ainda sobre goleadas, houve o inesquecível 5 a 0 para o Flamengo, no Maracanã, pela semifinal da Libertadores de 2019. Na Copa Mercosul de 2001, o Rubro-Negro eliminou o Grêmio na mesma fase.

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page