top of page

Governos de SP e Rio enviam mais cães farejadores para ajudar nas buscas por fugitivos de Mossoró

Atendendo a um pedido da Secretaria Nacional de Políticas Penais, os governos de São Paulo e do Rio de Janeiro estão enviando cães farejadores para a força-tarefa de Mossoró (RN).


Do Rio viajará uma cadela e três especialistas do canil dos Bombeiros. De São Paulo serão enviados dois cães e quatro agentes da Secretaria de Administração Penitenciária.


A previsão é de que o auxílio dos estados ao governo federal dure 12 dias. Os cães são da raça Bloodhound, conhecida pelo olfato apurado. A CNN apurou que a aposta da equipe de busca – que já soma cerca de 600 homens — é sobre um item que pode levar até os foragidos: uma blusa furtada de uma das casas invadidas, usada por um deles e abandonada na mata.


Especialistas ouvidos pela CNN apontam que o pedido por cães indica que a força-tarefa traçou um raio curto, de menos de 10 quilômetros para localizar os fugitivos. Ou seja, eles ainda estariam na área de mata fechada nas proximidades do Parque Nacional Furna Feia.


Deibson Nascimento e Rogério Mendonça fugiram na quarta-feira de cinzas, madrugada do dia 14 de fevereiro. A CNN apurou que no caminho eles deixaram um rastro de pistas, como pegadas, roupas, testemunhas, vítimas e cúmplices da fuga.


Fonte: CNN

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page