top of page

Futuro do Pix, “superapp” do BC deve substituir os dos bancos e comparar juros

Ideia de aplicativo em desenvolvimento pelo Banco Central é permitir que clientes consultem saldos, façam pagamentos e contratem empréstimos de todas as instituições financeiras em um lugar só

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, voltou a falar nesta segunda-feira (2) de como deverá funcionar o “superaplicativo” bancário que o BC está desenvolvendo, dentro de sua agenda de digitalização e transparência do sistema financeiro.


A ideia do app, que ainda depende de diversas etapas e só deve estar pronto em dois anos, é reunir em apenas um local tanto as informações das diversas contas bancárias que a pessoa tenha, como também as operações feitas por elas, como pagamentos – inclusive por Pix -, empréstimos e investimentos.


Com isso, a tendência é que as pessoas não precisem mais ter instalado o aplicativo de cada banco em que tem conta, e possam ter apenas um que reúna tudo.

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page