top of page

Engorda de Ponta Negra pode ficar mais cara e não há prazo para realizar a licitação



A Prefeitura de Natal solicitou ao Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional (MIDR) mais R$ 32 milhões para as obras da engorda de Ponta Negra.


A atualização no orçamento depende de análise do Ministério e não tem prazo para resposta. Com isso, também não há prazos para início das obras, que precisará esperar a análise do órgão federal. Antes, a obra estava orçada em R$ 52,4 milhões e agora pode chegar a R$ 85 milhões.


Segundo o ministério, os valores constam na última versão do Plano de Trabalho protocolado pela Secretaria de Infraestrutura de Natal (Seinfra) no começo deste mês. De maneira geral, as intervenções em Ponta Negra custarão R$ 110 milhões, em valores que incluem ainda a proteção costeira (enrocamento) e outras obras.


A aprovação desse plano é uma etapa necessária para que a Prefeitura consiga abrir o edital de licitação da engorda, obra que promete minimizar a erosão costeira e o avanço do mar na principal praia urbana do Rio Grande do Norte. Ainda não há prazos para início das obras.


Tribuna do Norte

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page