top of page

Emprestado pelo Palmeiras, Bruno Tabata diz que se precipitou ao voltar para o Brasil

Meia-atacante deixou Sporting em 2022 e esteve no Verdão por um ano: "Talvez não tenha sido uma decisão, particularmente falando, boa"


Bruno Tabata deixou o Sporting, de Portugal, em agosto de 2022 para assinar com o Palmeiras e permaneceu no clube por somente um ano, até ser emprestado ao Qatar SC no meio desta temporada. Os caminhos do atacante, contudo, poderiam ser outros. É o que disse o próprio atleta, ao rever as próprias escolhas.


– Talvez, ficar no Sporting teria sido uma opção melhor – disse Tabata, em entrevista ao jornal Record, de Portugal.


Na época, transferiu-se ao Palmeiras em busca de mais espaço, porque estava oscilando entre ser titular e reserva, então queria oportunidades em campo. Rendeu 5 milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões na cotação da época) ao Sporting e chegou ao Verdão sob o comando de Abel Ferreira.


Tabata conta que Abel chegou a procurá-lo em outras duas ocasiões, quando estava no comando do Braga, de Portugal, e no PAOK, da Grécia, mas em ambos os casos não houve viabilidade financeira para contratá-lo. Até chegar a proposta do Palmeiras.


– Tivemos um período em que a gente (ele e Abel) se falava bastante, e eu enxerguei nele a possibilidade de talvez ter um bocado daquilo que eu não tinha no Sporting, que era jogar um pouco mais, em uma liga muito competitiva – iniciou o atleta.


– Tem 15 clubes que começam almejando ser campeão, os torcedores tem muita influência sobre o clube. Então acho que esse passo no momento eu achava que talvez fosse melhor, mas acabei enxergando que talvez tenha sido um pouco precipitado essa volta ao Brasil – completou.


Os motivos para o pensamento passam também pelo fato de que Bruno era jovem e estava em um bom clube de Portugal, com a família feliz no país e sentindo-se querido na equipe. Mesmo assim, não se arrepende da escolha.


– Não me arrependo de nada, talvez se voltasse atrás eu faria tudo igual, mas hoje olhando friamente claro que eu consigo entender que talvez ter ficado talvez seria uma opção melhor.


– A carreira de um jogador nem sempre é só de êxitos, até os mundialmente falados tem uma temporada que talvez não seja do agrado. Mas acredito que talvez no momento a minha decisão de voltar ao Brasil não tenha sido uma decisão, particularmente falando, boa.

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page