top of page

Confira o crescimento meteórico da Igreja do Nazareno em Assú

Com apenas 10 anos de existência em Assú, os cultos aos domingos da Igreja do Nazareno já preenchem seu espaço físico e semanalmente costuma reunir mais de 200 pessoas.


É algo bastante significativo e pouco visto por outra denominação religiosa protestante na região neste mesmo intervalo de tempo.


Com quase 5 mil seguidores no Instagram e 1,6 mil no Facebook, a Naza Assú como é conhecida, lidera nas redes sociais comparado com outros templos evangélicos de Assú e investe pesado em comunicação e marketing digital.


O canal do YouTube da Igreja tem quase 2 mil inscritos e uma média de 206 visualizações por transmissão ao vivo. Na lista de locais avaliados fornecido pelo Google, a Igreja do Nazareno também tem a melhor avaliação. Além disso, é a única a ter na cidade um aplicativo para smartphones com notícias, mural de orações e lista de eventos.


Classificada como uma Igreja contemporânea, a Naza Assú parte de um estilo worship e adota referências que se assemelham a igreja Hillsong Church e a Igreja da Lagoinha, de André Valadão.


A proposta das paredes pintadas de preto, luz estrobofóbica, cortina de fumaça e toda uma ornamentação voltada ao público jovem agrada a maioria, mas também divide opiniões entre fiéis mais tradicionais que associam a cor preta ao errado e proibido.


Apesar das críticas pontuais, o pastor Samoel Braga que comanda o espaço, costuma tratar com bom humor a imagem de “igreja preta” e já chegou a declarar em suas pregações que todos devem torcer pela expansão da mensagem do evangelho e dos outros templos instalados no município.


Os eventos realizados pela Naza Assú, por muitas vezes, costuma contar com convidados especiais e muitos nomes fortes do segmento evangélico, o que reforça a posição influente da comunidade. A Igreja do Nazareno passará a contar com um novo templo com capacidade máxima para 1000 pessoas. Se aproximando dos 400 membros, não vai demorar muito para se tornar a congregação com o maior número de fiéis de Assú.


Por: Silvino Júnior

コメント


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page