top of page

Brasil pede que Egito receba ônibus com brasileiros de Gaza



O ministro das Relações Exteriores, Mauro Vieira, afirmou nesta 4ª feira que conversou com o chanceler do Egito, Sameh Shoukry, para o país receber ônibus com brasileiros que estavam na Faixa de Gaza e buscam refúgio fora da região. Ele afirmou que a melhor saída para evacuar e deixar os cidadãos do Brasil “sãos e salvos”.


“Acabo e falar por telefone agora com o ministro das relações exteriores do Egito, Sameh Shoukry, a quem pedi que nos apoiasse, nos ajudasse, para facilitar a passagem de ônibus com passageiros brasileiros que se encontram na Faixa de Gaza pela passagem de rafa para que entrem no território egípcio onde estarão a salvo”, afirmou em vídeo divulgado pelo Itamaraty.


O número de mortes por conta do conflito armado entre Israel e o grupo extremista Hamas chegou a 2.255. Desses, 1.055 são palestinos, segundo dados divulgados nesta 4ª feira (11.out.2023) pelo Ministério da Saúde da Palestina, e pelos menos 1.200 são israelenses, conforme a CNN.


Os números não contemplam os 1.500 corpos de combatentes do Hamas que as Forças de Israel disseram ter encontrado.


O grupo extremista Hamas lançou um ataque sem precedentes contra Israel em 7 de outubro. As forças israelenses responderam com bombardeios em alvos na Faixa de Gaza. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, declarou no domingo (8.out) guerra ao Hamas e falou em destruir o grupo.


O porta-voz do Exército de Israel, Jonathan Conricus, disse que brasileiros estão sendo mantidos reféns pelo Hamas na Faixa de Gaza. Segundo ele, também estão sob o domínio do grupo extremista cidadãos de Estados Unidos, Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Argentina e Ucrânia. O porta-voz disse que o resgate “não é apenas de Israel, mas de muitos outros governos democráticos no mundo”. Até o momento, 2 brasileiros morreram no conflito: Ranani Glazer e Bruna Valeanu.


Com esse cenário, Mauro Vieira afirmou que a saída para o Egito deve ser a melhor forma para que os brasileiros fiquem a salvo.


“Creio que essa é uma boa iniciativa, conto com o apoio egípcio para isso e creio que será a saída para evacuar os brasileiros que se encontram nessa região conflagrada correndo risco, dessa forma, estarão aos e salvos no território egípcio e estamos trabalhando para informar o governo egípcio da documentação e do horário dia e horário em que o ônibus passaria”, disse Vieira.


Poder 360

Commenti


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page