top of page

Aos 45 anos, MC Marcinho morre no Rio de Janeiro; funkeiro lançou o hit “Glamurosa”



O famoso cantor do mundo do funk MC Marcinho morreu nesta sexta-feira (25), aos 45 anos. O artista estava internado desde o dia 27 de junho, com quadro de insuficiência cardíaca e renal, e chegou a ser acometido por uma infecção generalizada. No dia 22 de agosto, familiares haviam pedido por doação de sangue para o cantor.


A situação chegou a ficar mais crítica, quando o funkeiro teve o seu nome retirado da fila de transplantes de órgãos. O motivo foi que, pelas regras do Sistema Nacional de Transplantes, o receptor tem que ter condições mínimas para suportar uma cirurgia e receber o órgão, e MC Marcinho não se encaixava mais nessa lista.


No dia 14 de agosto, MC Marcinho chegou a receber ‘coração artificial’. Trata-se de um dispositivo de duração intermediária, e que poderia ser usado de três a quatro meses. No entanto, dias depois desse procedimento, ele não resistiu e faleceu nesta sexta-feira (25).


MC Marcinho, cujo nome real é Marcelo Fernandes Vieira, é um cantor e compositor brasileiro considerado como um dos pioneiros do funk carioca. Ele ganhou destaque principalmente nos anos 2000 com suas músicas que misturavam elementos do funk, hip-hop e pop.


Uma de suas músicas mais icônicas é ‘Glamurosa‘, lançada em 2005, e que se tornou um enorme sucesso em todo Brasil. O hit, que traz uma batida contagiante, foi fundamental para popularizar o gênero funk carioca.


Além de ‘Glamurosa’, MC Marcinho também lançou outras músicas que tiveram certo destaque, como ‘Rap do Solitário’, ‘Garota Nota 100’, entre outras.


Aos 45 anos, MC Marcinho deixa uma ex-esposa, que anunciou separação enquanto ele estava internado, e quatro filhos.

Comments


BANNER_SAO_JOAO_2024_SITE.png
bottom of page